Prestação de Contas da Saúde

por Alessandra Amantea publicado 04/06/2019 10h10, última modificação 04/06/2019 10h48
Audiência Pública apresenta dados da Saúde de Búzios nos primeiros quatro meses de 2019.

O Secretário interino de Saúde de Búzios Anderson dos Santos Chaves, o coordenador de Saúde Leandro Pereira de Oliveira e a agente administrativa da pasta Dayse Maria Nunes apresentaram dados da Saúde de Búzios, referentes aos meses de janeiro a abril de 2019, na audiência pública de prestação de contas do município, realizada sexta-feira(31) na Câmara Municipal. Do Legislativo, participaram os vereadores Valmir Nobre e João Carlos dos Anjos (Dom).

Os dados apresentados no relatório quadrimestral vão desde o montante e fontes dos recursos aplicados no período; auditorias realizadas e a oferta e produção de serviços públicos na rede assistencial própria, contratada e conveniada até os indicadores de saúde da população.

Conforme o relatório, o número de casos de dengue de janeiro a abril de 2019 foi 103 e 19 casos de Chikungunya. Não houve casos de Zika e Febre Amarela no período. O bairro com maior número de foco foi José Gonçalves.

Em relação ao nascimento de bebês vivos no município nos quatro primeiros meses do ano, foram 50 bebês em janeiro; 57 em fevereiro, 67 em março e 81 em abril. Já o quantitativo de óbitos no município, de janeiro a abril deste ano, totalizou 86, sendo o maior número relacionado às doenças do aparelho circulatório (23 óbitos); causa mal definida (13 óbitos) e Neoplastias (11 óbitos).

O relatório também apresentou recomendações do Ministério da Saúde, referente à auditoria realizada na Secretaria Municipal de Saúde- Atenção Básica (Processo nº 18341). São 9 recomendações, dentre elas: rever a territorialização do município, através da redistribuição equânime das equipes pelo total de munícipes, adequando a cobertura de acordo com a PNAB (Política Nacional de Atenção Básica); prover contratação de agentes comunitários; atualizar ou realizar diagnóstico epidemiológico de saúde para traçar o perfil da saúde do município; garantir a cobertura de férias dos enfermeiros, médicos e demais profissionais da saúde, mantendo o atendimento e assistência aos usuários; garantir a distribuição e dispensação dos medicamentos essenciais (REMUNI) para população; garantir a programação de saúde com base no Plano Municipal de Saúde e promover a redução da fila de espera nas Unidades de Saúde da Família.

Conforme o relatório, as despesas com a Saúde no primeiro quadrimestre de 2019 totalizou R$19.892.681,45, sendo: despesa com pessoal (R$14.953.557,95), material de consumo (R$604.298,79), despesas correntes (R$344.034,99). Os recursos próprios aplicados na Saúde nesse período foi de R$15.297.592,94.

(Assista à audiência pública de prestação de contas da Saúde de Búzios, referente ao primeiro quadrimestre https://www.youtube.com/watch?v=Vb4zk3ujIB4&t=7s )

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.